fbpx

Entenda o que é a comunicação centralizada e sua importância na gestão de times

7 minutos para ler

A gestão de uma equipe no ambiente empresarial é uma tarefa complexa, que envolve diversas variáveis. Uma delas é justamente a forma como o fluxo de informação é transmitido para os membros, bem como quem realmente toma as decisões internas.

A comunicação centralizada é uma abordagem eficiente nesse sentido, uma vez que garante uma organização maior para gerar agilidade e produtividade. Se você quer saber como controlar melhor as informações da equipe e otimizar o gerenciamento das tarefas, atividades e processos, este artigo é para você. Continue a leitura e descubra!

O que é comunicação centralizada?

A tomada de decisão é uma necessidade comum em empresas e isso é uma constante, não importa qual o nicho. Você, como gestor, sabe bem o quão importante é estar ciente das informações necessárias para fazer uma escolha, pois muitos fatores dependem de uma única e decisiva ação, na maioria das vezes. 

Contudo, o que varia em cada companhia é a forma como essa decisão é tomada. Isso muda a depender da maneira que a gestão aborda a comunicação. No modelo centralizado, as decisões são responsabilidades de um conjunto de profissionais capacitados, que formam a cúpula principal — geralmente, os principais gerentes do negócio. É uma estratégia verticalizada de abordar a interação, com foco maior em uma hierarquização rígida.

Vale ressaltar, porém, que isso ainda envolve uma participação ativa dos funcionários no processo com ideias e sugestões interessantes. Afinal, é sempre importante contar com a colaboração de todos, pois essa união envolve o conhecimento, a experiência e a perspectiva de várias pessoas.

Assim, é possível buscar um alinhamento das atividades e processos com os objetivos, com decisões conjuntas e integradas que provêm de um grupo determinado de pessoas. A administração centralizada foca em uma parte do time, com o reforço da autoridade de certos membros e concentração das informações no topo da hierarquia. Dessa forma, o fluxo segue de cima para baixo.

Qual a diferença entre centralização e descentralização?

A centralização não é a única abordagem de gestão de equipes. Existe também a forma descentralizada, caracterizada por ser exatamente o contrário da estratégia anterior. Ou seja, enquanto uma foca na concentração da decisão em grupos mais altos na hierarquia, a outra prefere dividir o poder de escolha entre os diferentes membros de equipes distintas.

Sendo assim, no modelo descentralizado, as escolhas são dispersas e a comunicação é horizontalizada. Existe mais autonomia para os setores e para os seus líderes, que são livres para propor soluções e sugerir novas abordagens sem depender tanto de um grupo maior. 

Por conta disso, as resoluções ocorrem mais próximas das raízes dos problemas. Da mesma forma, é possível tomar decisões com maior velocidade, tirar o peso da administração central e estimular uma maior participação de todos os membros. Na centralização, por sua vez, os funcionários se tornam mais dependentes da gestão principal e agem de acordo com ela.

Em ambos os padrões, existe participação dos colaboradores. Na abordagem centralizada, essa contribuição é importante para auxiliar a gestão, mesmo que a decisão final seja focada em membros específicos. Na descentralizada, a participação envolve maior autonomia, pois os decisores são os próprios membros.

Na descentralização, a comunicação pode sofrer muitos desvios e, portanto, gerar falhas e prejuízos para a companhia. Essa dispersão pode gerar ruídos e dissonâncias nas escolhas, o que afeta diretamente a agilidade operacional.

Quais as vantagens da comunicação centralizada?

Veremos, a seguir, algumas vantagens da comunicação centralizada em detrimento da outra opção. Confira!

Maior controle

O modelo centralizado oferece mais controle para os diretores e gerentes, pois facilita a administração. Uma vez que a responsabilidade recai sobre eles, é possível gerenciar com maior cuidado o negócio e garantir que os resultados sejam exatamente os esperados, ou seja, estejam alinhados com os objetivos. 

Além disso, nessa abordagem, quem comanda é quem tem mais capacidade gerencial. Por isso, esse controle é compensado com a experiência necessária para controlar os processos e as pessoas. 

Menos riscos

Além de maior controle, é possível eliminar os riscos do negócio com uma gestão centralizada. Afinal, se quem controla são os gestores, a companhia consegue reduzir a ocorrência de decisões subjetivas que visam somente ao interesse dos colaboradores e não da empresa. Com esse foco na estratégia e nos objetivos da organização, é mais fácil alcançar o crescimento em menos tempo.

Uniformidade das decisões

Outro fator importante para ser destacado é a uniformidade das ações. Uma vez que isso é função de um grupo específico de membros da alta hierarquia, a empresa é capaz de garantir que elas estejam em conformidade com o que realmente importa para ela e que sejam harmoniosas entre si. A gestão conhece bastante os negócios e sabe os pontos fortes e as necessidades, por isso, pode garantir que as decisões estejam de acordo com isso.

Padronização dos procedimentos

Da mesma forma, é possível padronizar os processos e assegurar uma maneira única de realizar atividades internamente, o que ajuda a garantir qualidade nos resultados da companhia. O controle da administração garante uma integração maior e um alinhamento preciso dos colaboradores, o que contribui com o sucesso desses padrões.

Administração mais organizada em casos de urgência 

Em casos de urgência, a gestão centralizada oferece maior possibilidade de administração organizada, de acordo com os padrões da empresa, sem que se torne uma confusão. O que é comum nesses momentos é a ocorrência de transtornos de comunicação, com decisões conflitantes sendo tomadas ao mesmo tempo.

Porém, esse problema não existe se a companhia optar por um modelo concentrado em uma parte capacitada do time. Os colaboradores saberão bem o que fazer em cada cenário, pois receberão instruções e comandos claros e precisos. O grupo responsável pelas decisões é o mais experiente, como já mencionado, portanto, sabe lidar com situações de risco que demandam escolhas rápidas.

Produtividade e crescimento estratégico

O maior controle é interessante para otimizar a produtividade interna, com o estabelecimento de metas claras e um gerenciamento mais inteligente das informações que circulam internamente. Assim, os membros conseguem dar o melhor e contribuir ativamente com a melhoria dos resultados e com o suprimento das demandas cotidianas, sem entraves operacionais. 

Como as decisões são mais transparentes e a gestão sabe o que está fazendo, a principal consequência é o aumento de agilidade nos processos. Isso também influencia diretamente no crescimento da companhia e expansão para novos mercados. A equipe no comando assegura o cumprimento das metas e dos objetivos traçados.

Qual a solução para agilizar as decisões?

A escolha do modelo de gestão de equipes varia de empresa para empresa e depende de vários fatores — como tamanho do negócio, operações, tecnologia e cultura. O objetivo é sempre aumentar a agilidade operacional e eliminar os ruídos de comunicação.

Nesse contexto, uma solução interessante para agilizar a tomada de decisão, a fim de otimizar a produtividade e controlar melhor os times, é o GoDash. Com essa ferramenta, a organização consegue gerenciar prazos, horários, agendamentos, integrar informações, otimizar a colaboração e tomar decisões em tempo real

A comunicação centralizada é uma forma de abordar a gestão com foco na concentração de informações em uma parte mais alta da hierarquia e em ações controladas por quem realmente conhece o negócio e sabe alinhar escolhas aos objetivos. Além disso, essas escolhas são realizadas por profissionais capacitados que buscam sempre o melhor para a organização.

Gostou de aprender sobre esse tema? Então, aproveite para entrar em contato conosco e conheça em detalhes como o GoDash vai turbinar a produtividade de sua equipe!

Você também pode gostar

Deixe um comentário