fbpx

Veja o que é customer centric e como aplicá-lo na sua empresa

3 minutos para ler

Satisfazer o consumidor não é tão simples quanto parece. Boa parte do processo é complexo e envolve uma boa dose de comunicação, empatia e objetividade. Nesse sentido, o conceito de customer centric surge para mudar um pouco esse cenário.

Se você tem o hábito de ler sobre gestão de projetos e empreendedorismo, talvez já tenha ouvido falar no termo. Mas será que você sabe o que significa? Você vai ver ao longo do post, em que definimos e explicamos como implementar essa prática na empresa. Vamos lá?

O que é customer centric?

Customer centric é a ideia de centralizar o planejamento da empresa com o foco no cliente, trabalhando e propondo ideias para melhorar sua experiência ao interagir com a marca. Aqui, o ponto principal é que as estratégias sejam pensadas de modo a priorizar as necessidades do público.

Isso vai desde a oferta dos produtos até a prestação de atendimento. O objetivo é garantir que os contatos sejam positivos e minimizar reclamações e avaliações negativas. Não dá para chegar nesse resultado do dia para a noite, é preciso dimensionar o customer centric em longo prazo.

Assim, o pós-venda e a coleta de feedbacks têm um papel especial nessa hora, inserindo o cliente na etapa de “encantamento”. Nesse momento, as atividades da equipe se direcionam em tornar a experiência memorável.

Como aplicar o customer centric na empresa?

Não há receita certa para aplicar o customer centric. Você pode começar mobilizando as várias áreas da empresa para ter o cliente como centro. Abaixo, mostraremos algumas ideias que podem ser úteis. Acompanhe:

Powered by Rock Convert

Desenvolvendo autonomia dos funcionários

Autonomia é a capacidade de fazer as coisas de forma independente, pensando por conta própria e tomando as próprias decisões. Você já deve ter se deparado com profissionais que sempre dependem de um gestor para agir, não é?

Nesse caso, o ponto forte da autonomia é justamente a liberdade para tomar decisões e solucionar os problemas do público. Centralizar as decisões na mão da gestão aumenta a burocracia e diminui a produtividade para responder às solicitações dos clientes.

Conhecendo seu cliente

Você já parou para definir quem é o seu cliente? Pode parecer que não, mas os detalhes sobre o consumidor ideal ajudam não só no customer centric. Eles são úteis também para campanhas de marketing e vendas, por exemplo.

Para auxiliar esse processo de conhecer aquele que compra seus produtos/serviços, alguns conceitos podem ser proveitosos. A persona, por exemplo, define um perfil semificcional do cliente e explora pontos como profissão, hobbies, idade, gostos pessoais, problemas enfrentados e objetivos. O mapa da empatia, por sua vez, responde perguntas básicas sobre o que o cliente vê ou ouve.

Por fim, cabe enfatizar que o customer centric ajuda a criar uma relação mais duradoura com o público e influencia nos resultados da empresa. Para isso, o grande desafio se torna encontrar uma forma de disponibilizar mais atenção aos consumidores e menos aos processos burocráticos.

Uma das formas de fazer isso é por meio da automatização de processos. Ao deixar tarefas repetitivas para a máquina, sua equipe passa a ter mais tempo para lidar com o público e promover interações ainda mais satisfatórias.

E você? Que tal aprender ainda mais sobre gestão de projetos e tecnologia da informação? Então, não deixe de seguir a nossa página no Facebook!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Iniciar Conversa
Converse agora com um Consultor GoDash
Óla. tudo bem?
Comece agora uma Conversa com um Consultor GoDash!!!
Powered by